Calendário do Ocupacional

Vacinas no trabalho

Passamos mais da metade de nosso tempo no ambiente de trabalho. Para que a produtividade e a qualidade de vida sejam preservadas é fundamental estar prevenido contra certas enfermidades. Alguns indivíduos ou grupos são considerados de risco, como policiais, bombeiros, metalúrgicos e principalmente pessoas que trabalham no ramo da saúde, pois essas podem tanto contrair infecções como transmitir aos pacientes que estão sob seus cuidados. Além desses grupos, trabalhadores de outras áreas também podem estar prevenidos. Um exemplo muito comum é a gripe (influenza), que ainda nos dias atuais acomete grande parte da população, aumentando consideravelmente o índice de absenteísmo nas empresas.

Administrativos
  • Tríplice Viral
    • Esquema

      (Sarampo, Caxumba e Rubéola)

      Uma ou duas doses, intervalo mínimo de quatro meses, para homens e mulheres de até 49 anos, conforme a história vacinal. Receber no mínimo duas doses na vida.

  • Influenza - (gripe)
    • Esquema

      Dose única anual.

  • Febre Amarela
    • Esquema

      Uma dose a cada dez anos.

  • Difiteria, Tétano e Coqueluche
    • Esquema I

      Com esquema de vacinação básica completo: reforço com dTpa e, após, uma dose de dT/TT a cada dez anos.

    • Esquema II

      Com esquema de vacinação básica incompleto: uma dose de dTpa e uma ou duas doses de dT/TT.

Alimentos e Bebidas
  • Difiteria, Tétano e Coqueluche
    • Esquema I

      Com esquema de vacinação básica completo: reforço com dTpa e, após, uma dose de dT/TT a cada dez anos.

    • Esquema II

      Com esquema de vacinação básica incompleto: uma dose de dTpa e uma ou duas doses de dT/TT.

  • Febre Tifóide
    • Esquema

      Uma dose a cada três ou cinco anos, para quem vive ou vai deslocar-se para áreas endêmicas.

  • Hepatite A
    • Esquema

      Duas doses, com intervalo de seis meses após a 1º dose.

  • Influenza - (gripe)
    • Esquema

      Dose única anual.

  • Tríplice Viral
    • Esquema

      (Sarampo, Caxumba e Rubéola)

      Uma ou duas doses, intervalo mínimo de quatro meses, para homens e mulheres de até 49 anos, conforme a história vacinal. Receber no mínimo duas doses na vida.

Animais
  • Raiva Humana
    • Esquema

      (vacinas obtidas em cultura de ce?lulas)

      Esquema pré-exposição 3 doses: 0,7,14 a 21 dias. 2º dose 7 dias depois da 1º e 3º dose de 14 a 21 dias depois da 2º dose.

  • Influenza - (gripe)
    • Esquema

      Dose única anual.

  • Febre Amarela
    • Esquema

      Uma dose a cada dez anos.

  • Difiteria, Tétano e Coqueluche
    • Esquema I

      Com esquema de vacinação básica completo: reforço com dTpa e, após, uma dose de dT/TT a cada dez anos.

    • Esquema II

      Com esquema de vacinação básica incompleto: uma dose de dTpa e uma ou duas doses de dT/TT.

  • Tríplice Viral
    • Esquema

      (Sarampo, Caxumba e Rubéola)

      Uma ou duas doses, intervalo mínimo de quatro meses, para homens e mulheres de até 49 anos, conforme a história vacinal. Receber no mínimo duas doses na vida.

Aviação e Navegação
  • Difiteria, Tétano e Coqueluche
    • Esquema I

      Com esquema de vacinação básica completo: reforço com dTpa e, após, uma dose de dT/TT a cada dez anos.

    • Esquema II

      Com esquema de vacinação básica incompleto: uma dose de dTpa e uma ou duas doses de dT/TT.

  • Febre Amarela
    • Esquema

      Uma dose a cada dez anos.

  • Hepatite A
    • Esquema

      Duas doses, com intervalo de seis meses após a 1º dose.

  • Hepatite A+B
    • Esquema

      Hepatites A e B: três doses, com intervalo de um mês entre a 1º e a 2º dose, e de cinco meses entre a 2º e a 3º doses.

  • Hepatite B
    • Esquema

      Três doses, com intervalo de um mês entre a 1º dose e a 2º dose e de cinco meses entre a 2º e a 3º doses.

  • Influenza - (gripe)
    • Esquema

      Dose única anual.

  • Tríplice Viral
    • Esquema

      (Sarampo, Caxumba e Rubéola)

      Uma ou duas doses, intervalo mínimo de quatro meses, para homens e mulheres de até 49 anos, conforme a história vacinal. Receber no mínimo duas doses na vida.

  • Varicela
    • Esquema

      A partir de 13 anos de idade: duas doses com intervalo de dois meses.

Coletores de Lixo
  • Difiteria, Tétano e Coqueluche
    • Esquema I

      Com esquema de vacinação básica completo: reforço com dTpa e, após, uma dose de dT/TT a cada dez anos.

    • Esquema II

      Com esquema de vacinação básica incompleto: uma dose de dTpa e uma ou duas doses de dT/TT.

  • Febre Tifóide
    • Esquema

      Uma dose a cada três ou cinco anos, para quem vive ou vai deslocar-se para áreas endêmicas.

  • Hepatite A
    • Esquema

      Duas doses, com intervalo de seis meses após a 1º dose.

  • Hepatite A+B
    • Esquema

      Hepatites A e B: três doses, com intervalo de um mês entre a 1º e a 2º dose, e de cinco meses entre a 2º e a 3º doses.

  • Hepatite B
    • Esquema

      Três doses, com intervalo de um mês entre a 1º dose e a 2º dose e de cinco meses entre a 2º e a 3º doses.

  • Influenza - (gripe)
    • Esquema

      Dose única anual.

  • Raiva Humana
    • Esquema

      (vacinas obtidas em cultura de ce?lulas)

      Esquema pré-exposição 3 doses: 0,7,14 a 21 dias. 2º dose 7 dias depois da 1º e 3º dose de 14 a 21 dias depois da 2º dose.

  • Tríplice Viral
    • Esquema

      (Sarampo, Caxumba e Rubéola)

      Uma ou duas doses, intervalo mínimo de quatro meses, para homens e mulheres de até 49 anos, conforme a história vacinal. Receber no mínimo duas doses na vida.

Profissionais da educação
  • Tríplice Viral
    • Esquema

      (Sarampo, Caxumba e Rubéola)

      Uma ou duas doses, intervalo mínimo de quatro meses, para homens e mulheres de até 49 anos, conforme a história vacinal. Receber no mínimo duas doses na vida.

  • Influenza - (gripe)
    • Esquema

      Dose única anual.

  • Hepatite A
    • Esquema

      Duas doses, com intervalo de seis meses após a 1º dose.

  • Febre Amarela
    • Esquema

      Uma dose a cada dez anos.

  • Difiteria, Tétano e Coqueluche
    • Esquema I

      Com esquema de vacinação básica completo: reforço com dTpa e, após, uma dose de dT/TT a cada dez anos.

    • Esquema II

      Com esquema de vacinação básica incompleto: uma dose de dTpa e uma ou duas doses de dT/TT.

  • Varicela
    • Esquema

      A partir de 13 anos de idade: duas doses com intervalo de dois meses.

Dejetos e Águas Contaminadas
  • Difiteria, Tétano e Coqueluche
    • Esquema I

      Com esquema de vacinação básica completo: reforço com dTpa e, após, uma dose de dT/TT a cada dez anos.

    • Esquema II

      Com esquema de vacinação básica incompleto: uma dose de dTpa e uma ou duas doses de dT/TT.

  • Febre Tifóide
    • Esquema

      Uma dose a cada três ou cinco anos, para quem vive ou vai deslocar-se para áreas endêmicas.

  • Hepatite A
    • Esquema

      Duas doses, com intervalo de seis meses após a 1º dose.

  • Hepatite A+B
    • Esquema

      Hepatites A e B: três doses, com intervalo de um mês entre a 1º e a 2º dose, e de cinco meses entre a 2º e a 3º doses.

  • Hepatite B
    • Esquema

      Três doses, com intervalo de um mês entre a 1º dose e a 2º dose e de cinco meses entre a 2º e a 3º doses.

  • Influenza - (gripe)
    • Esquema

      Dose única anual.

  • Tríplice Viral
    • Esquema

      (Sarampo, Caxumba e Rubéola)

      Uma ou duas doses, intervalo mínimo de quatro meses, para homens e mulheres de até 49 anos, conforme a história vacinal. Receber no mínimo duas doses na vida.

Manicures e Pedicures
  • Difiteria, Tétano e Coqueluche
    • Esquema I

      Com esquema de vacinação básica completo: reforço com dTpa e, após, uma dose de dT/TT a cada dez anos.

    • Esquema II

      Com esquema de vacinação básica incompleto: uma dose de dTpa e uma ou duas doses de dT/TT.

  • Hepatite B
    • Esquema

      Três doses, com intervalo de um mês entre a 1º dose e a 2º dose e de cinco meses entre a 2º e a 3º doses.

  • Influenza - (gripe)
    • Esquema

      Dose única anual.

  • Tríplice Viral
    • Esquema

      (Sarampo, Caxumba e Rubéola)

      Uma ou duas doses, intervalo mínimo de quatro meses, para homens e mulheres de até 49 anos, conforme a história vacinal. Receber no mínimo duas doses na vida.

Militares, Policiais e Bombeiros
  • Varicela
    • Esquema

      A partir de 13 anos de idade: duas doses com intervalo de dois meses.

  • Tríplice Viral
    • Esquema

      (Sarampo, Caxumba e Rubéola)

      Uma ou duas doses, intervalo mínimo de quatro meses, para homens e mulheres de até 49 anos, conforme a história vacinal. Receber no mínimo duas doses na vida.

  • Raiva Humana
    • Esquema

      (vacinas obtidas em cultura de ce?lulas)

      Esquema pré-exposição 3 doses: 0,7,14 a 21 dias. 2º dose 7 dias depois da 1º e 3º dose de 14 a 21 dias depois da 2º dose.

  • Meningocócica C Conjugada
    • Esquema

      Dose única.

  • Influenza - (gripe)
    • Esquema

      Dose única anual.

  • Hepatite B
    • Esquema

      Três doses, com intervalo de um mês entre a 1º dose e a 2º dose e de cinco meses entre a 2º e a 3º doses.

  • Hepatite A+B
    • Esquema

      Hepatites A e B: três doses, com intervalo de um mês entre a 1º e a 2º dose, e de cinco meses entre a 2º e a 3º doses.

  • Hepatite A
    • Esquema

      Duas doses, com intervalo de seis meses após a 1º dose.

  • Febre Tifóide
    • Esquema

      Uma dose a cada três ou cinco anos, para quem vive ou vai deslocar-se para áreas endêmicas.

  • Difiteria, Tétano e Coqueluche
    • Esquema I

      Com esquema de vacinação básica completo: reforço com dTpa e, após, uma dose de dT/TT a cada dez anos.

    • Esquema II

      Com esquema de vacinação básica incompleto: uma dose de dTpa e uma ou duas doses de dT/TT.

Saúde
  • Varicela
    • Esquema

      A partir de 13 anos de idade: duas doses com intervalo de dois meses.

  • Tríplice Viral
    • Esquema

      (Sarampo, Caxumba e Rubéola)

      Uma ou duas doses, intervalo mínimo de quatro meses, para homens e mulheres de até 49 anos, conforme a história vacinal. Receber no mínimo duas doses na vida.

  • Influenza - (gripe)
    • Esquema

      Dose única anual.

  • Hepatite B
    • Esquema

      Três doses, com intervalo de um mês entre a 1º dose e a 2º dose e de cinco meses entre a 2º e a 3º doses.

  • Hepatite A+B
    • Esquema

      Hepatites A e B: três doses, com intervalo de um mês entre a 1º e a 2º dose, e de cinco meses entre a 2º e a 3º doses.

  • Hepatite A
    • Esquema

      Duas doses, com intervalo de seis meses após a 1º dose.

  • Difiteria, Tétano e Coqueluche
    • Esquema I

      Com esquema de vacinação básica completo: reforço com dTpa e, após, uma dose de dT/TT a cada dez anos.

    • Esquema II

      Com esquema de vacinação básica incompleto: uma dose de dTpa e uma ou duas doses de dT/TT.

Sexo
  • Hepatite A
    • Esquema

      Duas doses, com intervalo de seis meses após a 1º dose.

  • Hepatite A+B
    • Esquema

      Hepatites A e B: três doses, com intervalo de um mês entre a 1º e a 2º dose, e de cinco meses entre a 2º e a 3º doses.

  • Hepatite B
    • Esquema

      Três doses, com intervalo de um mês entre a 1º dose e a 2º dose e de cinco meses entre a 2º e a 3º doses.

  • HPV
    • Esquema

      Para mulheres na prevenção da infecção pelo Papilomavírus Humano: de 9 até 26 anos, três doses, no esquema 0-2-6 meses com a vacina do laboratório MSD ou de 10 ate? 25 anos, três doses, no esquema 0-1-6 meses com a vacina do laboratório GSK.

  • Influenza - (gripe)
    • Esquema

      Dose única anual.

  • Tríplice Viral
    • Esquema

      (Sarampo, Caxumba e Rubéola)

      Uma ou duas doses, intervalo mínimo de quatro meses, para homens e mulheres de até 49 anos, conforme a história vacinal. Receber no mínimo duas doses na vida.

Turismo
  • Raiva Humana
    • Esquema

      (vacinas obtidas em cultura de ce?lulas)

      Esquema pré-exposição 3 doses: 0,7,14 a 21 dias. 2º dose 7 dias depois da 1º e 3º dose de 14 a 21 dias depois da 2º dose.

  • Influenza - (gripe)
    • Esquema

      Dose única anual.

  • Hepatite A
    • Esquema

      Duas doses, com intervalo de seis meses após a 1º dose.

  • Febre Amarela
    • Esquema

      Uma dose a cada dez anos.

  • Cólera / Diarréia do viajante
    • Cometários

      Depende das condições sanitárias e de alimentos e água contaminadas que serão consumidas durante a viagem. Os países mais afetados são os da África, Ásia e América do Sul.

    • Esquema

      Para cólera a eficácia protetora é de 80-85%, nos primeiros 6 meses em todas as faixas etárias. Diarréia do Viajante garante 60% com imunidade de 3 meses. Deverão ser vacinadas crianças a partir dos dois anos e adultos que viajarem para áreas de risco.

  • Tríplice Viral
    • Esquema

      (Sarampo, Caxumba e Rubéola)

      Uma ou duas doses, intervalo mínimo de quatro meses, para homens e mulheres de até 49 anos, conforme a história vacinal. Receber no mínimo duas doses na vida.

Viajam muito
  • Influenza - (gripe)
    • Esquema

      Dose única anual.

  • Hepatite B
    • Esquema

      Três doses, com intervalo de um mês entre a 1º dose e a 2º dose e de cinco meses entre a 2º e a 3º doses.

  • Hepatite A+B
    • Esquema

      Hepatites A e B: três doses, com intervalo de um mês entre a 1º e a 2º dose, e de cinco meses entre a 2º e a 3º doses.

  • Hepatite A
    • Esquema

      Duas doses, com intervalo de seis meses após a 1º dose.

  • Febre Amarela
    • Esquema

      Uma dose a cada dez anos.

  • Cólera / Diarréia do viajante
    • Cometários

      Depende das condições sanitárias e de alimentos e água contaminadas que serão consumidas durante a viagem. Os países mais afetados são os da África, Ásia e América do Sul.

    • Esquema

      Para cólera a eficácia protetora é de 80-85%, nos primeiros 6 meses em todas as faixas etárias. Diarréia do Viajante garante 60% com imunidade de 3 meses. Deverão ser vacinadas crianças a partir dos dois anos e adultos que viajarem para áreas de risco.

  • Tríplice Viral
    • Esquema

      (Sarampo, Caxumba e Rubéola)

      Uma ou duas doses, intervalo mínimo de quatro meses, para homens e mulheres de até 49 anos, conforme a história vacinal. Receber no mínimo duas doses na vida.

Notícias

Informações para funcionários da área de saúde
Vacinação contra poliomielite é recomendada para t...
A vacinação simultânea com múltiplas vacinas é segura?
Não seria mais seguro separar as vacinas combinada...

Artigos

Rotavírus: um vírus fatal
A infecção pelo rotavírus é a causa mais comum de ...
Será que a vacina contra Hepatite B causa Escleros...
A maioria dos estudos científicos publicados não a...

Mitos e Fatos

Mito: O risco da cólera para a maioria dos viajant...
Fato: O quadro geral de incidência da cólera é de ...
Mito: A vacina da Hepatite A+B protege contra a he...
Fato: Não. A hepatite C é causada por um vírus dif...
Previna-se contra frio
É chegada a época invernosa, estação mais fria do ...